Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Humano é sinónimo de atenção

por Filippa, em 03.05.17

No dia em que nascemos há certezas em nós que nos acompanharão para o resto da vida, nós sabemos que precisamos de comer para darmos energia ao nosso corpo, sabemos que oito horas é o minimo para nos mantermos bem durante o dia, aceitamos necessidades como mijar ou piscar os olhos milhares de vezes ao dia. Há outra certeza, algo que é uma necessidade básica em nós e que parece que muita gente se esquece. Nós temos necessidade de ter ou chamar à atenção. Como animais racionais que somos, temos noção de nós e do mundo à nossa volta, sentimos o bem que nos fazem assim como lamentamos o mal que nos impingem. 

Ultimamente (secalhar não tão ultimamente assim) tenho reparado que há uma onda cada vez maior contra os chamados youtubers ou bloggers. Estas pessoas são chamadas de "sem vida", "não querem trabalhar", "ganham dinheiro fácil" e as pessoas dizem isto de uma maneira como se os individuos em questão estivessem a cometer um crime contra a humanidade. Esta nova era a que chamamos era digital surgiu devido à inteligência humana, nós somos capazes de desenvolver mecanismos que ajudam o nosso desenvolvimento e temos necessidade de descobrir sempre mais, todos os dias se criam novas ideias que ajudam a vida humana a tornar-se mais fácil no planeta (fácil não significa sustentável). Sites como o youtube ou mesmo todas as plataformas de blogs surgiram devido a essa nossa parte de querer sempre mais e melhor. Surgiu do avanço e da modernização das sociedades. O sucesso que tiveram deve-se à nossa parte psicológica. 

Muitas pessoas encontraram nestas plataformas uma maneira de expressar a sua opinião, de serem elas mesmas, de criar conteúdos e serem originais que de outra maneira não conseguiriam. Conseguiram a atenção que necessitavam. Nós temos essa necessidade, quando escrevo aqui no blog tenho sempre a expetativa de ter algum feedback, principalmente quando acho que o que escrevi é bom e seria bom para "discutir" com outras pessoas porque apesar de não ser aquilo que mais me motiva na hora de ligar o computador e escrever, é uma necessidade que eu tenho. Não conheço as pessoas que alguma vez comentaram o meu cantinho, não sei se são gordas ou magras, empregadas ou desempregadas mas no momento em que cada uma delas gastou um bocadinho do seu tempo a interagir comigo, atenderam e preencheram uma necessidade minha. É por isso que temos de ter cuidado com aquilo que escrevemos na internet, somos livres de dizer aquilo que pensamos mas não podemos fazer de uma necessidade universal uma arma de arremesso. Mesmo as pessoas que comentam têm a expetativa de receber resposta e isto acaba por ser um ciclo. 

Esta fase que agora se vive é um acontecimento natural, quando dou por mim a ver um video de uma rapariga em que passo dez minutos a ver apenas as compras que ela fez na primark, eu sei que isso não vai contribuir para o aumento da minha cultura ou aumentar a minha felicidade mas gosto de ver, se por um lado acho que é um incentivo desnecessário ao consumo por outro não consigo deixar de ver e até comparar com o meu gosto pessoal. 

Nós temos necessidade disto, gostamos que as pessoas reparem naquilo que fazemos e que prestem um pouco de atenção por isso não compreendo esta nova onda que surge contra youtubers e bloggers. Esta moda passará? Provavelmente, todas as modas são passageiras e a nossa sede por desenvolvimento e modernização vai fazer com que daqui a uns anos isto tudo não passe de um 'lembras-te quando...?' mas até lá, aproveitemos o hoje com mais tolerância e felicidade nas nossas vidas 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:22



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Mensagens


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

De Ténis e Garfo na Mão

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

De Ténis e Livro na Mão


De Ténis e Música no Ouvido

“Without music, life would be a mistake.” ― Friedrich Nietzsche